Tinta caseira

Vocês já viram por aí, nas redes sociais, uma imagem de tinta caseira tirada do pinterest estimulando que os pais façam tinta caseira para seus filhos? Então, fui atrás da receita e aproveitei as férias para testar a tinta e saber se realmente vale a pena fazer com as crianças.

Resultado: Vale sim! Ela não substitui a tinta comum, não tem como usar em trabalhos e atividades escolares. Mas a farra, a brincadeira, o desenvolvimento do pensar e o criar envolvidos no processo com certeza valem uma boa farra com todos juntos.

Natália tem apenas nove meses e como vocês poderão assistir no vídeo, aproveitou intensamente e se envolveu em nossa produção. O estímulo visual e tátil são bem interessantes nessa idade e sem medo de se sujar, durante uma meia hora, ela nem sequer me procurou, ficou muito compenetrada em todo processo e de forma lúdica tocou em tudo que sentiu vontade. Nenhuma vez colocou tinta na boca.

Sugiro que a atividade seja feita no pátio. Como moramos em apartamento, o nosso pátio é o mundo!

E por fim, o vídeo ficou um pouco escuro, falta de experiência. Mas vale pelo passo a passo, que não é didático, que acontece como uma conversa e reflete o como nós trabalhamos juntos. Como vocês podem ver uma atividade como essa é diversão e aprendizagem para pais e filhos.

Se você gostou do vídeo, inscreva-se em nosso canal. Esse ano teremos novidades por lá também!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 ideias sobre “Tinta caseira

  1. Amei o vídeo. . Ficou muito divertido com a Natalia super espontânea e o desejo do Bernardo que ela comesse um pouco de tinta. .. Ele nao falou, mas senti o desejo na voz dele. . Maravilhoso. . Parabéns

  2. Amei! Ficou incrível, aliás, como sempre. O Bernardo ansioso para a escola nova, que amor! E a Natália participando de todos os passos, uma fofura! Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>