Enfeite de natal para fazer com as crianças

Meus queridos, hoje venho trazer uma ideia para fazer ainda essa semana, decorar a casa em tema natalino e entreter as crianças nessas férias, mas também trago uma notícia de mudança!

Vocês bem sabem que a vida é feita de fases e que faz algum tempo que não venho me dedicando exclusivamente a Inventare e exatamente por esse motivo faz um tempo que os posts estão ficando quase que mensais. Mas esse lugar aqui é muito especial para nossa família, através dele já conheci muita gente bacana e que faz diferença na minha vida e está cheio de lembranças especiais que se não tivessem sido registradas já teriam se perdido no espaço da memória que me falta…

Cheguei a pensar em fechar meu querido blog, mas isso me deixava de coração apertado. Então uma solução apareceu e eu fiquei tão feliz e cheia de amor que vim correndo contar para vocês!

Eu vou dar meu blog!

O contemplado será Papai Paulo. Isso mesmo, tudo que vocês viram até agora foi a minha visão de maternidade, a visão da mãe da família Happymboca. Pois de hoje em diante vocês passarão a conhecer a visão do Pai dessa família amalucada! Vai ser uma experiência bem legal. Paulo será quem vai levar o blog em diante.

E eu, como muitas de vocês já sabem, serei encontrada facilmente na Escola de Costurar (e eventualmente por aqui também, porque né… não vou conseguir viver sem meter minha colher…. haha).

Então só para não perder o costume, separa aí umas colas coloridas, uns filhos super dispostos a fazer bagunça, prepara um desenho natalino para servir de guia, cola um plástico para a cola poder descolar e faça lindos enfeites de cola para decorar os vidros da sua casa. Vai ser uma sensação!

Aproveita e dá boas vindas para Papai Paulo, esse meu esposo que sempre me enche de orgulho! ;)

Mala para viagem. Como organizar???

Aqui em casa é assim, enquanto a Natália no auge de seus quatro meses entra em frenesi quando chegamos perto da porta pra sair de casa, o Bernardo precisa de uma sessão de fortes argumentos para aceitar sair para um passeio. Mas lógico, imediatamente após sair de casa ele aproveita muito e é normal não querer voltar pra casa tão cedo.

Todo ano fazemos um passeio no Beto Carrero World, e isso serve como sugestão para os pais que ainda não levaram seus filhos. Sinceramente, eu não aproveito 10% das atrações, mas a diversão e a felicidade dele faz valer muito a pena. E este ano o passeio foi muito peculiar, o tempo estava chuvoso e resolvemos ir assim mesmo, pois mesmo com chuva todos os brinquedos funcionam normalmente. A Diana ficou no hotel com a Natália (com menos de  dois meses) e nós fomos debaixo de uma chuva fina e persistente, compramos duas capas de chuva (o que não resolveu em quase nada o problema) e ficamos o dia todo andando de um lado para o outro muito molhados. De qualquer forma foi muito divertido e totalmente descontraído, o Bernardo estava mais feliz que o normal, pois podia passar por dentro de poças de água e se molhar a vontade sem nenhum tipo de repreensão.

Bom, onde entra a mala de viagem neste caso?? Entendo que a organização masculina é bem menos sistemática que a organização feminina (Organização menos sistemática=bagunça) e eu não sou nenhum exemplo de organização a ser seguido. Sendo nossa primeira saída com dois filhos tivemos que dividir bem as responsabilidades e o resultado foi eu e o Bernardo com somente um par de tênis, somente um par de meias e roupas sobressalentes insuficientes (dispensa maiores comentários).

Então concluo que a parte mais importante na organização de uma mala para viagem, quando esta é feita pelo marido, é a conferência que deve ser feita pela esposa!

A vida é uma brincadeira

Creio que ser um pai presente na vida dos filhos significa muito mais do que comparecer as reuniões da escola, estar junto com eles tentando mostrar o que é certo e o que é errado, colocar pra dormir e dar beijinho, amparar, etc. Embora tudo isso tenha um valor inquestionável e seja imensamente benéfico e indispensável para a formação dos filhos não há mérito algum para nós, pois é compulsório na nossa função de pai e educador.

Não, não sou um pai perfeito, mas acredito que é necessário e saudável ir além, ser participativo no sentido mais completo da palavra, fazendo do mundo deles o nosso próprio mundo, sentindo a presença deles na nossa vida, aproveitando os momentos e divertindo-se verdadeiramente.

Eu me divirto muito com o Bernardo, seja fazendo arte, jogando bola com ele na praça, contando piadas (nada engraçadas, diga-se de passagem) ou correndo como um anormal pelo calçadão. A vida é corrida e normalmente nossa cabeça está repleta de projetos e problemas, mas penso que viver o momento divertindo-se de verdade aumenta muito a qualidade do tempo juntos e é tão bom para o filho quanto para o pai.

Não pense que eu sou o SUPER PAI e que consigo fazer isso tudo, na maioria das vezes me pego brincando com ele e pensando no que eu preciso fazer depois ou lembrando um e-mail que eu me esqueci de enviar.  Pode não ser fácil, mas vale a pena tentar aproveitar ao máximo os momentos com os filhos.

Não tenha vergonha de brincar de verdade com seu filho.  Não o troque por uma partida de futebol na televisão. Não brinque com ele por obrigação como qualquer adulto chato. Faça-o perceber que você gosta e realmente curte estar junto com ele. Deixe o computador,  o tablet, o smartphone (facebook, twitter, etc) de lado enquanto estiver com ele.

Bolo de chocolate no palito, uma receita pra agradar pais e filhos… esposa, sogra, cunhadas, vizinhos, porteiro…

Quando a Diana me passou a “missão” de assumir o blog por uma semana eu fiquei muito empolgado. Eu admiro muito a capacidade que ela tem para escrever e transmitir tantos sentimentos através das palavras e fiquei feliz em poder contribuir de alguma forma.

A sugestão de postagem pra hoje é uma receita produzida entre pai e filho e quando vi isso me veio à mente trazer uma receita de “frapê de fígado com brócolis e beringela” para dar um exemplo saudável aos leitores e seus filhos, mas achei que não seria muito aceito e resolvi mudar para “Bolo de chocolate no palito”. Melhor assim, né…?

Muitas e muitas vezes eu presenciei essa aventura entre mãe e filho na cozinha, mas sempre me resignei a simplesmente usufruir dos resultados (…e que resultados!!!).  A experiência de colocar a mão, literalmente, na massa e dividir esse tempo com o Bernardo foi maravilhosa, bagunçada e muito descontraída.

Ingredientes:

1 bolo de sua preferência (nós fizemos uma nega maluca)

1 colher de doce de leite

250 gramas de chocolate ao leite

 

Modo de fazer:

Capriche no bolo e na diversão:

Depois que o bolo estiver frio, esfarele e junte uma colher caprichada de doce de leite:

cozinhando com o papai

Amasse:

Modele bolinhas, corações, bisnaguinhas o que que imaginar e coloque no palito, depois deixe na geladeira por 30 minutos:

Em seguida derreta o chocolate e banhe os palitinhos com bolo. Deixe descansando sob papel manteiga e confeite como desejar:

cake popbolo no palito

E quem disse que Papai não passaria no teste?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...