Porque cancelar a TV por assinatura foi o melhor negócio do ano

Houve um tempo que eu até cheguei a achar interessante uma linha nítida de mudança no comportamento do Bernardo através dos canais de televisão. Ele apenas se interessava pelo Discovery Kids (muito instrutiva, água com açúcar e blá, blá, blá…) e repentinamente passou a assistir e se interessar por Cartoon Network (onde passam episódios de Apenas um Show (10+), Hora de Aventura (10+), etc), eu pensei comigo:

- Meu filho está crescendo… e creio que deve haver uma medida de tolerância, pois se ele ficar só no Discovery vai ficar um molenguinho, mas se ficar só no Cartoon vai aprender um monte de coisa louca e que não deveria estar aprendendo com 6 anos de vida. Assim, se assistir ambos os canais haverá equilíbrio no aprendizado (!!??).28-365

Pois bem, quem é pai (e mãe) sabe, ou pelo menos deveria saber, que ao contrário do que pensamos quase sempre nossas conclusões estão erradas e se tivermos um pouco de discernimento e não pretendermos ser os donos da verdade, seremos capazes de aprender muito com essa magnífica convivência entre pais e filhos.

A verdade é que a natureza humana é bem mais complexa e, embora possa ser influenciada, independe de fatores externos para se manifestar. Ele vai crescer e formar suas opiniões com ou sem assistir o Fantástico, vai aprender palavrões mesmo sem ter ouvido unzinho sequer dentro de casa, vai despertar interesse por coisas novas e isso vai acontecer naturalmente.

Pouco há que possamos fazer para impedir que eles provem o doce e o amargo da vida e sintam o gosto por si mesmos. E pra dizer a verdade, não há porque investir esforços na tentativa de coibir certas ações..

Mas é nosso papel orientar, advertir, ensinar o que estiver ao nosso alcance e aprender junto com eles. A cada dia que passa eu acredito mais que a nossa presença na vida deles andando lado a lado, buscando ter uma relação de complacência e amizade será mais válida e mais duradoura que uma relação do tipo “eu lidero e você me segue”.

Nesse ponto é que entra a TV por assinatura (achou que eu tinha divagado e esquecido do título, né??). Repassar o que aprendemos como correto através de ordens e orientações, controlar o que eles veem na TV ou na internet, monitorar os amigos que eles têm, tudo isso talvez seja muito mais fácil do que tentar inserir-se no mundo deles, participar, fazer parte dos seus interesses e conquistar uma confiança despretensiosa.

Este ano resolvemos cancelar a TV por assinatura e no início pensamos que teríamos muita dificuldade por despedir a nossa babá, mas percebemos uma mudança clara em todos nós. A TV fica desligada por muito mais tempo e dispensamos mais tempo aproveitando o tempo pra sair de casa, pra brincar, pra estudar juntos e, consequentemente, pra misturar nossos mundos.

Como disse no início, não acredito que interferências externas, como a TV por exemplo, sejam decisivas na formação do indivíduo, mas posso garantir que a ausência ou redução de interferências externas nos permitem perceber mais de perto as necessidades dos filhos e influenciar de forma indireta no seu desenvolvimento.

Por isso a opinião aqui é unânime, “Cancelar a TV por assinatura foi o melhor negócio do ano”.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 ideias sobre “Porque cancelar a TV por assinatura foi o melhor negócio do ano

  1. Aqui em casa fizemos a mesma coisa… Ainda temos o netflix e a internet mas passamos a escolher juntos o que vamos assistir e isso nos a oportunidade de estar mais atentos ao que eles assistem… De fato tem muita coisa ruim na tv mas com moderacao não vejo grandes problemas. Na verdade tudo começou do fato de pararmos de assistir novelas… A tv passou pra segundo plano e atenção foi para as crianças. .. O tempo que a tv passa desligada pode ser um tempo pra passar com seus filhos e dar mais atenção a necessidades deles….

    Ótima atitude a sua!!!
    Bjs pra vc e pras crianças. ..

Deixe uma resposta para inventare Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>