Pintura coletiva em comunidade

Nesse sábado aconteceu uma edição de pintura coletiva em praça pública aqui em Jaraguá do Sul. As pessoas foram convidadas a retratar sua visão sobre arquitetura, natureza e comunidade em quatro painéis de madeira. Munidos de tinta, pincéis, canetinhas, moldes e criatividade qualquer pessoa que tivesse vontade poderia contribuir para a obra.

Em meio as ferramentas oferecidas tinha uma multidão de diferentes pessoas. Tinha artistas cheios de técnicas e aptidão, tinha adolescentes pintando minions, tinha criança pintando cobra no painel de arquitetura, tinha mãe morrendo de orgulho de como o filho pinta cobras tão bem, tinha repórter fotografando, tinha historiadores fazendo vídeos, tinha curiosos avaliando, tinha cachorros dando sua voltinha diária, tinha gente dando apoio e informações, enfim…

E quando vi meu filho pintando seu trem lindo enquanto praticamente se apoiava em um artista que contribuía com sua visão de natureza, fiquei pensando no que aconteceria se por acaso os trilhos do trenzinho cruzassem o céu azul da obra. Ri por dentro, porque né… imagina a cena. Melhor, veja a cena:

Foi então que me dei conta de que essa obra toda nada mais é do que uma demonstração prática de relações interpessoais. É uma representação palpável do que ocorre diariamente em nossas vidas.

Todos os dias cruzamos com diferentes tipos de pessoas, com diferentes tipos de habilidades e principalmente com pessoas em diferentes fases da vida. Cada uma segue pintando suas próprias telas. Com algumas a gente tem que ter muita paciência. Algumas teimam em sobrepor nossas ideias. Algumas são espaçosas e mal se importam com quem está ao redor. Outras são tímidas e deixam pequenas marcas. Uns são admiráveis. Outros não respeitam o espaço de ninguém. Muitas passam rápido, outros ficam muitas horas. Todos querem dizer quem são e o que sentem!

Sempre falo aqui no blog sobre o quanto acredito no respeito mútuo, principalmente no mundo materno onde existe tanto julgamento e opressão, por isso fico muito feliz quando tenho oportunidade de ver meu filho mergulhando em tanta diversidade de ideias e opiniões, principalmente quando isso acontece aqui, na pracinha da cidade. Parabéns aos idealizadores e organizadores!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 ideias sobre “Pintura coletiva em comunidade

  1. Olá!
    Lindo texto!
    Então é do seu filho aquele trenzinho que, em meu compartilhamento do FB, representa os avanços do progresso e da civilização por sobre a natureza bela!
    Simplesmente demais! Parabéns a todos, não é? Cidadania expressa!

  2. Quase fui pintar também! Se arrependimento matasse…
    Outra coisa… estava notando algo diferente e não sabia dizer o quê. A “vinheta” da página!!!!! Ficou boa mas sinto falta das fotinhos de vocês.

  3. Gostei muito da opinião expressada e da iniciativa do evento!!! E achei maravilhoso quando comentou assim “Foi então que me dei conta de que essa obra toda nada mais é do que uma demonstração prática de relações interpessoais. É uma representação palpável do que ocorre diariamente em nossas vidas. ” E foi isso mesmo que senti, participei colocando meu desenho, essa Janela com o relógio em cima, a terceira foto apresentada… E após termino do meu desenho, quando observei havia uma menininha desenhando um dinossauro praticamente comendo o relógio… no inicio me assustou. Mas depois pode perceber essa interligação, era coletivo, era nosso… obrigada pelo espaço!

  4. Olá!
    Que postagem linda!
    “Todos os dias cruzamos com diferentes tipos de pessoas, com diferentes tipos de habilidades e principalmente com pessoas em diferentes fases da vida. Cada uma segue pintando suas próprias telas”. Muito profundo isso.
    Parabéns!
    Tenha uma ótima tarde!
    Com carinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>