Os filhos e aqueles velhos moldes

Existem muitas coisas que achamos que já sabemos sobre a educação de nossos filhos, mas que precisamos muito aprender e algumas vezes são eles mesmos que nos ensinam.

Definitivamente, filhos não são uma extensão daquilo que nós somos ou, pior ainda, daquilo que gostaríamos de ter sido.

IMG_3520 (Copy)

Se você tentar colocá-lo em um molde incompatível, irá causar injúrias e ele não vai funcionar direito. Esteja certo que ele vai fazer o possível pra se encaixar, mas não será feliz e sairá machucado, com uma terrível sensação de impotência e incapacidade.

Nós, pais, não somos o único apoio dos filhos, mas fomos o primeiro apoio e somos aquele que nunca lhes faltará, por isso é importante que se sintam seguros conosco, não pela insegurança gerada por uma superproteção, mas pela confiança conquistada, muitas vezes por um simples momento de silêncio, e que não se mede em palavras.

Não seja negligente, mas não se preocupe excessivamente se ele demorar pra aprender a escrever, se ele não souber fazer contas de cabeça, se não for melhor aluno da sala ou se não lembrar quem descobriu o Brasil.

Mas preocupe-se, e muito, se seu filho for mal educado com a professora, preocupe-se se eu filho for arrogante com os colegas, preocupe-se se ele trapacear e quiser tirar vantagem dos outros, preocupe-se se ele não souber respeitar as pessoas, incluindo você.

E aos meus filhos eu deixo um pequeno recado, já dito em outro texto: Não eduquem seus filhos como nós os educamos, façam melhor. Mas não esqueçam de observá-los e de observar a si mesmos, pois somos todos essencialmente únicos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>