Musicalização para bebês

Um dos maiores estímulos que atingem um bebê é o musical. Instintivamente a gente canta para os bebês, sejam músicas cantaroladas para dormir, seja aquela bossa nova que não sai da cabeça e ajuda a embalar as tardes ou seja aquela música infantil repetitiva e cheia de rima que eles tanto adoram. Está mais do que comprovado que a música auxilia no desenvolvimento de diversas habilidades, como a auditiva, a cognitiva, linguagem, memória, atenção, motora, criativa e inúmeras outras competências ligadas as melodias e letras do dia a dia.

E hoje se fala muito sobre a aula de musicalização para bebês. Existem escolas e especialistas prontinhos para dar ao seu filho tudo que ele precisa para desenvolver suas habilidades musicais.

Mas se você assim como eu não tem tempo, não acredita em um horário fixo para bebês, não tem uma escola como essa por perto ou simplesmente não tem como colocar mais uma aula extra na economia familiar, é simples: Musicalização para bebês DIY.

Por aqui sempre que tenho oportunidade apresento um instrumentos diferente para meu bebê e permito que ela explore, veja como funciona em suas mãos, nas mãos do irmão (aprender que todo mundo tem sua vez) e nas minhas ou do pai, pois ela também adora observar o instrumento funcionando.

Procuro apresentar os mais variados estilos musicais, de diferentes países, idiomas, ritmos, instrumentos, regras e culturas.

Cantamos juntos músicas que explorem rimas e repetições, estimulo a tocar no pé ou bater palmas conforme a música, danço com ela no colo e danço para ela ver, tudo acompanhada de Bernardo que faz ela gargalhar simplesmente por existir.

Faço de instrumentos pequenas coisas do dia a dia como potes da cozinha ou o simples batucar na mesa, aliados a uma música já conhecida, como uma forma de estimular a improvisação, o inusitado e a criatividade.

Fico cantarolando as músicas sem palavras, mas ainda imitando os gestos, dessa forma estimulando a memória e o raciocínio.

Respeito o seu tempo e seu limite. Na grande maioria das vezes uma brincadeira não demanda 30 minutos de atenção por parte de um bebê.

Lembrando que não existe uma aula, um estímulo, livro ou o que for que substitua a nossa presença e cuidado com o bebê. Não adianta ter uma biblioteca de dar inveja em qualquer outra mãe, ter um repertório musical digno da FM mais próxima, dar tintas, massinhas caseiras ou o que for que o mercado oferecer de lindo e super necessário, se você não estiver presente para cantar, contar, ouvir, pintar e se deliciar com as pequenas descobertas.

Faça você mesmo a educação de seus filhos. O maior investimento é de tempo e o retorno é imensurável!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>