Dramas familiares para rir!

Bernardo vive atuando em seus discursos. Faz expressões diferentes, aponta os braços no maior estilo “ser ou não ser…”, dirige as cenas imaginárias do nosso dia a dia, nos atribui script, falas e tarefas. Faz aberturas musicais para enunciar suas brincadeiras. Quer que a gente filme suas atuações e quer filmar as cenas que dirige da gente.

Tem uma veia cômica muito calibrosa. Alegra nosso dia e nos impressiona com sua ironia e colocações oportunas. Mas também tem uma veia dramática poderosa, que chega a ser uma comédia também.

Esse fim de semana ele estava brincando sozinho, correu para o Paulo e pediu um papel, pegou uma caneta e ficou tentando escrever algo. Ele está naquela fase de alfabetização espontânea, tenta ler as coisas por adivinhação, e assim tenta escrever também. Já fiquei de olho. Correu para o Paulo novamente e pediu ajuda para escrever “cantinho”. Senti aquela sensação de “lá vem o golpe!”, e continuei observando.

O Paulo ajudou, ele escreveu, guardou a caneta e buscou uma cadeira. Colocou estratégicamente a cadeira em um canto da sala, pendurou o seu cartaz recém escrito, e pareceu muito satisfeito.

-O que é isso filho?

-Então mãe, este é o cantinho da tristeza.

-Hum… E para que serve o cantinho da tristeza?

-De agora em diante (expressões de tristeza e pesar em um estilo  Hollywoodiano) sempre que vocês brigarem comigo, ou então não deixarem eu fazer alguma coisa, eu vou direto para o cantinho da tristeza. (Sentado na cadeira, tão murcho quanto um balão velho…)

Gargalhada geral. Até ele deu risada.

Alguém aí precisa de um educador de Pais maldosos, que chamam atenção de um menino, e ainda por cima não dão tudo que ele pede? Mande um e-mail para nós, pois estou criando um Supernanny ao contrário! hehe

Só fico pensando no resultado que ele esperava com toda essa pompa… Provavelmente que nós saíssemos correndo para a próxima loja de brinquedos do caminho!

E no fim, a folha que o Paulo deu era importante, era um ofício que ele precisava entregar essa semana. Daí que eu ri de verdade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 ideias sobre “Dramas familiares para rir!

  1. Caramba! Não havia visto que tinha publicado esse episódio. Eu ri muito sozinho…explicar o que significa “cantinho” escrito com canetinha vermelha em letras garrafais atrás do ofício é uma tarefa que terei que encarar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>