Naked cake – carinho em camadas

Com toda essa onda de resgate da simplicidade e busca por valores reais das coisas, cada dia mais famílias procuram fazer em casa festinhas de aniversário com gostinho de retrô e cheirinho de boas lembranças.

Que é tudo muito lindo e delicado ninguém pode negar, mas que é uma trabalheira sem fim também não. É trabalho antes, durante e depois. A gente tem a tendência em super acumular tarefas e por fim termina o dia com vontade de no próximo ano jogar tudo para o alto e não fazer nem bolo (depois a gente esquece tudo e já começa a pensar no próximo tema).

Mas nem tudo está perdido, em cada experiência a gente sai um pouco mais madura e escolada e assim ano após ano as coisas saem mais lindas e organizadas.

Se tem uma coisa que aprendi nesses seis anos de vida do Bernardo foi delegar algumas coisas, sem perder o charme e sem perder o significado que se busca.
Por exemplo, a vizinha faz um gelado maravilhoso? Pede para ela trazer.

A avó faz aquele pavê que chega a ter tradição na sua família? Pois já está encomendado.

A amiga faz um salgado como ninguém? Troque uns ingredientes pela delícia prontinha.

Quer algo mais homemade do que gentileza entre pessoas que se gostam?

E nesse estilo mais colaborativo de ser, nesse final de semana, preparei um bolo delícia para uma festinha feita em casa. A pessoa tem que ter muita confiança na amiga para permitir que ela prepare o bolo principal da festa. Mas mesmo correndo o risco de entregar um bolo todo desbeiçado, e em um clima bem descontraído, preparei um Naked Cake para que todo mundo pudesse desejar muitos anos de vida para pequena Valentina. Ficou uma doçura, assim como toda festinha que Tati preparou com pequenos detalhes de amor.

E para quem quiser aprender, vai um pequeno passo a passo ilustrado, mais fácil impossível.

Fiz duas massas de bolo tipo pão de ló, separei cada uma em três partes e assim obtive 6 porções iguais. Cada porção pintei com um pouco de corante alimentício, sempre diminuindo a quantidade para mudar o tom da cor. Assei as massas (uma por uma, pois só tinha uma forma) desenformei e deixei esfriar:

Com uma faca cortei as laterais, para tirar a parte mais assada e revelar o tom de rosa:

Recheei com ganache de chocolate branco. Fiz um monte, com três barras, mas não precisa, pois vai bem pouco recheio. Basta usar uma barra de chocolate branco, meia caixinha de creme de leite, aquecer tudo junto no microondas e misturar até ficar homogêneo. Depois passar entre uma camada e outra:

Depois de tudo recheado coloquei um prato sobre todas as camadas e dei uma apertada carinhosa, isso é importante para que tudo fique bem assentado. E então com uma faca grande é só cortar as bordinhas deixando todas as partes bem retinhas.

E para um acabamento caprichado polvilhei açúcar de confeiteiro sobre a última camada.

Pode não ser um bolo assim, capa de revista do ramo. Mas tem carinho em cada camada, tem desejos de muita felicidade e saúde e me encheu de orgulho na hora dos parabéns!

Ideia para presente de dia dos professores

Esse ano tive uma ideia bem legal para presente de dia dos professores. A meses que ela está prontinha em minha cachola esperando chegar a data querida. As datas comerciais não precisam necessariamente ser vilãs na educação de nossos filhos. Uma forma de contornar o consumismo desenfreado é fazer as coisas em casa, com ajuda das crianças. Isso além de um momento familiar valioso pode ser uma ferramenta de educação muito prática.

Valores – Sempre que fazemos algo com as próprias mãos para alguém, explico para Bernardo o quanto o carinho e atenção depositados por nós deixa aquele bem valioso. Pode ser um pedaço de bolo quentinho que a gente manda para a vizinha, não importa, o que vale é o processo todo que envolve o trabalho.

Economia doméstica – Fazer os presentes juntos, principalmente quando são vários, pode deixar o resultado final tranquilo para o orçamento familiar.

Sustentabilidade – Normalmente a confecção de presentes caseiros envolve reciclagem ou reutilização de materiais que poderiam ser descartados. Para nossas geleias por exemplo, utilizamos potes usados de papinha que foram presente de uma amiga que queria se desfazer.

Memória olfativa – Gente, vocês já fizeram geleia em casa? O cheiro que toma conta da cozinha, da sala, do universo… é a uma coisa deliciosa. Cheiro de lar, de aconchego, de bem estar. Cheiro que sem dúvida fará parte das memórias de infância de meus filhos!

A receita da geleia é muito simples e fácil de fazer. Basta escolher uma fruta da época, o que também é sinônimo de economia, nós escolhemos o morango que é lindo e adorável.

A receita encontrei no blog da Fausta, e é a seguinte:

5 caixinhas de morango

2 xícaras de açúcar demerara

suco de meio limão.

Leve ao fogo alto até ferver, depois baixe o fogo e deixe apurar por cerca de meia hora. Mesmo que ela fique um pouco aguada não faz mal, depois de fria ela costuma engrossar um pouquinho. O vidros de armazenamento devem passar por uma fervura para esterilizar, assim como as frutas devem passar por um processo de limpeza caprichado. Passe os morangos pelo liquidificador para obter uma geleia bem cremosa ou deixe uns pedaços mais grossos, amassando com o garfo, para sentir a polpa da fruta na hora de degustar (eu acho muito mais gostoso!)

Agora vem todo o processo criativo. Comecei pintando as tampinhas dos vidrinhos de verde folha, depois fiz bolinhas brancas para fazer uma graça. A intenção era que o pote recheado com a tampinha verde representassem um morango. Adorei o resultado.

Pedi para Bernardo desenhar um moranguinho, depois fotografei. Com o desenho do menino fiz as tags. Isso ajuda a personalizar, deixando o presente ainda mais único! E como toque final usei tiras de palha, ficou um charme!

Diz a minha vó (e a internet), que se os potes estiverem bem esterilizados a geleia dura meses. Não posso garantir. Mas o que posso falar é que não acredito que ela durará tanto tempo para que alguém possa fazer o teste, pois ficaram deliciosas!

Quer ficar por dentro de todas as ideias da Inventare? Curta nossa página no facebook!

Bolo de zebra para fazer com as crianças

Desde o dia em que Bernardo inventou seu próprio bolo, e que não foi de zebra, ele vem me pedindo quando iríamos fazer o dito bolo. Minhas habilidades artísticas bolísticas não me permitem ainda fazer o que o menino quer, uma zebra em pé, com pele listrada, crina e um belo rosto de zebra. Então achei na internet essa ideia que é perfeita para fazer com as crianças.

Hoje o dia pedia um café da tarde com casa cheirando a bolo, o frio ainda toma conta da nossa região. É difícil divertir e entreter as crianças em dias assim. Não poder sair para a rua limita muito as opções, mas não é impossível. Aqui em casa uns ovos e um pouco de farinha sempre fazem a diversão da família.

Preparar minhas receitas com meu filho está casa dia mais engraçado. No início ele apenas obedecia minhas ordens, sempre dando uma avacalhada na farinha entre outros, claro, mas nunca dando pitacos na ordem das coisas. Agora quer dar uma de chef para cima de mim. Pensa que sabe mais, quer usar toda a sua criatividade e poder questionador para saber o motivo disso ou daquilo. Haja munição de respostas e poder de improvisação para cozinhar com uma criança de cinco anos…

Para fazer o bolo de zebra é só dividir a massa em duas partes e em uma delas misturar o achocolatado.

Depois intercalar as duas massas em uma forma untada. Isso vai formando um bolo em listras, bem parecido com listras de zebra. E ainda por cima fica um bolo único!

Ainda não é o que o menino quer, não tenho dúvidas. Mas por hora esse bolo de zebra acalmou seus interesses.

Quer ficar por dentro de todas as ideias da Inventare? Curta nossa página no facebook!

Bolo de chocolate no palito, uma receita pra agradar pais e filhos… esposa, sogra, cunhadas, vizinhos, porteiro…

Quando a Diana me passou a “missão” de assumir o blog por uma semana eu fiquei muito empolgado. Eu admiro muito a capacidade que ela tem para escrever e transmitir tantos sentimentos através das palavras e fiquei feliz em poder contribuir de alguma forma.

A sugestão de postagem pra hoje é uma receita produzida entre pai e filho e quando vi isso me veio à mente trazer uma receita de “frapê de fígado com brócolis e beringela” para dar um exemplo saudável aos leitores e seus filhos, mas achei que não seria muito aceito e resolvi mudar para “Bolo de chocolate no palito”. Melhor assim, né…?

Muitas e muitas vezes eu presenciei essa aventura entre mãe e filho na cozinha, mas sempre me resignei a simplesmente usufruir dos resultados (…e que resultados!!!).  A experiência de colocar a mão, literalmente, na massa e dividir esse tempo com o Bernardo foi maravilhosa, bagunçada e muito descontraída.

Ingredientes:

1 bolo de sua preferência (nós fizemos uma nega maluca)

1 colher de doce de leite

250 gramas de chocolate ao leite

 

Modo de fazer:

Capriche no bolo e na diversão:

Depois que o bolo estiver frio, esfarele e junte uma colher caprichada de doce de leite:

cozinhando com o papai

Amasse:

Modele bolinhas, corações, bisnaguinhas o que que imaginar e coloque no palito, depois deixe na geladeira por 30 minutos:

Em seguida derreta o chocolate e banhe os palitinhos com bolo. Deixe descansando sob papel manteiga e confeite como desejar:

cake popbolo no palito

E quem disse que Papai não passaria no teste?

Você sabe quem inventa os bolos?

Bernardo veio me perguntar quem é que decidia o que vai dentro do bolo. Expliquei que depende o que tem na geladeira que todo mundo podia decidir o que ia no seu bolo, e inclusive dar um nome para a sua invenção!

O que você imagina que aconteceu? Lógico, ele também quis uma obra culinária assinada com seu próprio nome.

Fizemos disso um evento, fomos ao mercado especialmente para ele escolher os ingredientes, marcamos um dia para a preparação e ficou toda aquela expectativa infantil no ar.

Quando começou a escolher os ingredientes ele nos contou que pretendia fazer um bolo de zebra, sim também imaginei um bolo com imitação de pele de zebra, mas não, era uma zebra mesmo, com patas, cabeça e crina.

Com uma pequena intervenção de minha parte, ele decidiu adiar a zebra e começar pelo BOLO DE CHOCOLATE FOFINHO, nome oficial dado pelo dono da receita.

O bolo é basicamente o que fazemos sempre, mas ele mudou todo orgulhoso a ordem das coisas. Colocou menos disso, mais daquilo, começou batendo a margarina com o leite… Colocou a farinha antes dos ovos… Enfim.

Digamos que o bolo ficou muito mais fofinho no nome do que na realidade…

Mas quer saber? Só faltou ele pedir para passear na rua com seu próprio bolo, coisa linda de ver. Acredito muito no estímulo das atividades que possamos fazer juntos e sinceramente me divirto com ele cozinha!

Ficou assim, um bolo de chocolate, com gotas de chocolate, com cobertura de ganache de chocolate e confeitos de chocolate. Tá de TPM? Dá uma passadinha aqui em casa!

Bala de gelatina para fazer com as crianças

Bala de gelatina é de longe a preferida do Papai Bernardo. E eu encontrei uma receita tão, mas tão fácil de reproduzir que você vai poder fazer em casa com as crianças hoje mesmo!

Separe 10 colheres de sopa de água, dois pacotes de gelatina comum que juntas somam 70 gramas e um pacotinho de gelatina sem sabor que equivale a 12 gramas.

Misture tudo em um recipiente, assim, sem medo de errar!

Depois de bem misturada deixe descansar por 10 minutos, você encontrará o seguinte resultado:

Agora leve essa gororoba para o fogo. Essa parte é muito importante. O fogo deve ser o mais baixo possível e o tempo é bem curto, mais ou menos um minuto. A mistura tem que perder todas as bolinhas, para verificar use os dedos.

Depois de tirar do fogo é só colocar em uma jarra, para ter a saída em bico, e preencher as forminhas. Eu usei esses copinhos que são sobras de festinhas, mas pode ser feito em forminhas para chocolate, aquelas que tem em diversos formatos, e tornar a brincadeira ainda mais divertida.

Então leva tudo ao congelador por 10 minutos, desenforma e pronto.

O resultado é incrível. As balas realmente ficam com a textura no estilo Finni. Não ficam melequentas. E ficam com o sabor da gelatina que você escolheu.

Aqui em casa foram hiper mega aprovadas. Sucesso absoluto!

Quer ficar por dentro de todas as ideias da Inventare? Curta nossa página no facebook!

Pão de batata Angry Birds

Tarde chuvosa, criança com energia acumulada, pensamentos de café da tarde caprichado na cabeça e tchanam… Vamos para a cozinha.
Olhei o que tinha de bom nos armários e decidi preparar um gostoso pão de batata.
- Bernardo, vamos fazer um pão de batata com a mãe?
- Só se for de Angry Birds!
Então tá. Quem nunca?
A receita eu peguei no tudo gostoso!
Ingredientes:
  • 1 colher de café de sal
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 2 xícaras de batata (4 batatas médias)
  • 3 colheres de sopa de manteiga ou margarina
  • 3 gemas
  • 50 ml de leite ou água (morno)
  • 10g de fermento biológico instantâneo seco (fleischmann)
  • 1 kg de farinha de trigo
  • 1 gema para pincelar

Modo de preparo:

  1. Descasque as batatas e deixe cozinhar somente na água sem sal
  2. Coloque em uma peneira para escorrer e deixe ficar morno
  3. Quando estiver morno amasse com um garfo ou passe no espremedor (como para purê), reserve
  4. Bata no liquidificador o sal, o açúcar, as gemas, manteiga, leite morno (não pode estar muito quente senão a massa não cresce), o fermento misturado com um pouco de trigo
  5. Coloque está batida junto a batata amassada em uma vasilha e vá acrescentando a farinha de trigo
  6. Coloque a massa sobre uma bancada de mármore e continue juntando o trigo até a massa desgrudar da mão
  7. Deixe descansar por 15 minutos
  8. Corte a massa em pedaços, faça bolinhas e coloque para descansar por 30 minutos coberto por um pano
  9. Abra a massa e recheie como quiser pode fazer bolinhas recheadas, esfirra, enroladinho, pão
  10. Deixe descansar na assadeira untada por mais 50 minutos ou até dobrar de tamanho, misture a gema com um pouquinho de café e pincele os pães (o café serve para ficar douradinho)
  11. Asse em forno 200 graus não precisa estar pré-aquecido
  12. Os pães estarão bons quando estiver dourado por cima e por baixo

Literalmente com as mãos (e tatoo do Zé gotinha) na massa:

Preparando os bichinhos:

Avacalhando com a boa vontade e disposição da mãe:

E a obra prima! (cof cof)

Pão de batata recheado de pepino, porque queijo e presunto é para os fracos (leia-se Pai e Mãe):

Não ficou assim… a coisa mais linda desse mundo, mas agradou o paladar do papai, os olhos do Bernardo, o dia do porteiro do prédio (que saboreou pãezinhos quentinhos com manteiga) e o coração da mamãe, que adora toda essa brincadeira!

Quer ficar por dentro de todas as ideias da Inventare? Curta nossa página no facebook!

Cookies para fazer com as crianças

Pensando em preparar um café especial no domingão e de quebra ainda ter um tempo de qualidade e diversão com os filhos, sobrinhos, afilhados? Anota os ingredientes e vem com esses cookies deliciosos!

  • 1 lata de leite condensado
  • 180g de margarina
  • 1 xícara chá de farinha de trigo
  • 1.colher (café) de bicarbonato de sódio
  • 1 xícara de chá de gotas de chocolate
  1. Na batedeira, bata o leite condensado e a margarina até formar um creme
  2. Misture com uma colher a farinha, o bicarbonato e as gotas de chocolate
  3. Cubra com filme plástico e leve á geladeira por 30 minutos
  4. Sobre uma assadeira forrada com papel manteiga, modele os cookies e asse-os em forno preaquecido a 220°C durante cerca de 15 minutos ou até ficarem meio douradinhos
  5. Deixe algumas gotas de chocolate separadas, e antes de assar os biscoitos coloque em cima.

Os cookies ficam deliciosos. A textura fica crocante por fora e um pouco mais macia por dentro. Acompanhado de um copo de leitinho então… Sucesso absoluto!

Mais uma receita testada e aprovada por nossa equipe, com a garantia de que o auxilio de uma criança só irá contribuir para um resultado mais prazeroso, sem falar do quanto ficará mais doce!

Quer ficar por dentro de todas as nossas ideias? Curta nossa página no facebooK!

Crianças na cozinha e o conceito de Comfort Food

Você já ouviu falar de Comfort Food? Pensa naquele cheirinho gostoso do bolo da sua vó ou mãe que invadia a casa, os seus sentidos e causava bons sentimentos. Simples, esse é o conceito. E esse cheiro de simplicidade e boas lembranças fica eternamente guardado em nossas memórias. E mesmo que você experimente aquela torta famosa ultra chique e mega produzida, vai ser quando um bolo de cenoura quentinho sair do forno que você vai sorrir e sentir-se novamente uma criança querida.

Na correria da vida moderna cada vez menos crianças vão conhecer o cheirinho do bolo da mãe. Eles vão saber três línguas, duas artes marciais, piano e violino, balé, teatro, matemática avançada e muito mais. Mas desconhecerão essa sensação de bem estar, de ser cuidado, de simplicidade e boca melecada que está diretamente ligado a infância.

Separe os ingredientes e se aventure na cozinha com seus filhos. Por hoje vocês ganharão um tempo de convívio com qualidade e diversão, mas para sempre vocês dividirão memórias que servirão para unir seus sentimentos.

Anote aí:

3 ovos

1 xícara de açúcar

Junte esses dois ingredientes e bata na batedeira até crescer e ficar esbranquiçado.

2 colheres de manteiga

1 xícara de farinha

1 xícara de aveia

1/4 xícara de leite

1 colher de fermento

Junte os demais ingredientes 1 a 1 e continue a bater na batedeira até que a massa fique homogênea.

Agora o bolo pode ser colocado em uma forma untada. Mas eu coloquei nessa forma de silicone L.I.N.D.A que encontrei no mercado. Um detalhe como esse deixa todo o trabalho mais charmoso. É tão difícil encontrar mimos lindos e cheios de bossa por aqui no interior, que quando encontro fico rindo sozinha.

Pronta para ir ao forno:

Mini bolinhos desenformados (lindos de morrer!)

Acrescentamos morangos e salpicamos com açúcar de confeiteiro. Como eu sempre falo para você, pequenos detalhes que fazem os olhos salivarem!

Comfort food, nós praticamos!

Quer ficar por dentro de todas as ideias da Inventare? Curta nossa página no facebook!

Picolé de chocolate cremoso caseiro

Quem aí gosta de picolé de chocolate? Hoje trouxemos uma receita de picolé super cremoso. Prepare-se durante a semana e chame a criançada no sábado para juntos se divertirem na cozinha!

Você precisará dê:

1 litro de leite

1 lata de leite condensado

1 pacote de pudim de chocolate

Modo de fazer:

Prepare o pudim conforme as indicações da embalagem. Depois de frio coloque no liquidificador o pudim, o leite condensado e o restante do leite (1/2 litro). Bata até ficar cremoso.

Depois despeje em copinho de plástico, tacinhas, forma de gelo ou outro recipiente que você quiser. E leve para congelar. Quando estiver começando a endurecer coloque os palitinhos de sorvete e deixe terminar o processo.

Já imaginei uma mesa de aniversário com os picolés. Com certeza fariam muito sucesso, pois são lindos e deliciosos. Nesse caso o palito poderia ser substituído por uma colher pequena, pois caso derretessem um pouco, poderiam ser comidos da mesma forma. É ou não é uma graça?

Testado e aprovado por quem mais entende de gostosuras!

Que ficar por dentro de todas as ideias da Inventare? Curta nossa página do Facebook!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...