Um bolo de chocolate com bolinhas de Nescau Cereal pra finalizar o dia

Hoje cheguei do trabalho na correria porque a Diana tinha um compromisso e quando ela saiu pela porta a saudade apertou na Natália e o choro foi inevitável, mas se tem uma coisa que acalma os ânimos por aqui é fazer um bolo.

Mas o problema é que eu não sou um confeiteiro, digamos assim, muito habilidoso. Sorte minha ter em casa o Bernardo que tem vasta experiência em fazer bolos com sua mãe, então nos aventuramos os três na cozinha e… voilá!

Bolo de chocolçate com Nescau cereal

Só não vamos deixar a receita porque não lembramos de tudo que colocamos ela é secreta!

Biscoito de ovomaltine e amor!

Fim de semana sempre rola com as crianças uma receita especial para dar aquele ar carinhoso com cheiro de lar. E ainda mais quando para o café da tarde recebemos visitas queridas como nossos compadres.

A receita desse biscoito é tão prática e tão deliciosa que faz tempo que é para virar um post no blog, mas dessa vez caprichamos tanto na produção que ele definitivamente ganhou a chance de aparecer por aqui.

Para vocês terem uma ideia da praticidade, já fiz a receita assim, rapidinho em uma tarde que minha mãe veio tomar o café da tarde conosco. E sempre com a ajuda de duas pequenas mãos que adoram tocar na farinha, meleca e dividir comigo a diversão que uma cozinha pode trazer!

A receita encontrei na panelaterapia, um blog maravilhoso de culinária. Mas logicamente fiz minhas adaptações. Faz parte de ser eu!

Ingredientes:

- 50g de manteiga sem sal gelada (1/4 de tablete). Tire da geladeira por 15 minutos antes de usar.
- 120g de farinha (cerca de 1 xícara).
- 2 colheres (sopa) cheias de amido de milho (Maizena).
- 1/4 xícara de açúcar.
- 1 pitada de sal.
- 1/2 xícara de ovo maltine.
- 1/2 xícara de chocolate em pó.
Basta misturar todos os ingredientes (exceto o chocolate e ovomaltine), a mistura vira uma farofa. Se necessário (para mim sempre é) basta acrescentar colheradinhas de água até ficar uma massinha de modelar! Depois é só dividir a massa em duas e em uma das metades acrescentar o chocolate e o ovomaltine. Fica uma delícia!
Nós fizemos com o molde assim vazadinho e ficou puro charme!

Nossa dica culinária é amor! As marcas de dedinhos são o diferencial. E a memória olfativa é o bônus!

Um dia comum, um bolo especial, só porque sim!

“As pessoas esperam toda a semana pela sexta, todo o ano pelo verão, toda a vida por felicidade. Faça diferente, transforme todos os dias em sextas-feiras, aproveite as quatro estações e não espere a vida passar para ser feliz”

Bolo Naked cake para fazer com as crianças:

-Faça um bolo simples daquele que tem cheirinho de carinho e o toque especial que só bolo de mãe ou pai tem.

-Faça um recheio especial e de seu agrado, creme belga, mingau de aveia, brigadeiro…

-Junte os filhos e decorem o bolo juntos, com creme, morangos e amor. Não se importe com a beleza do trabalho, o resultado fica lindo independente do formato final.

Desfrutem juntos desses momentos mesmo que não seja aniversário de ninguém, mesmo que o dia não esteja marcado no calendário, mesmo que não precise vestir roupa de festa. Faça um bolo especial com seus filhos, só porque sim!

Cheiro de biscoito, preguiça com pijama e uma receita de praticidade!

Sabe aquele cheiro de café passado e biscoito quentinho que invadem nosso nariz, sentimentos e humor antes mesmo de tirar o pijama (suspiros)?

Normalmente eu não sei o que é isso, na correria do dia a dia a gente sempre acaba perdendo esses pequenos prazeres que eu adoraria que fizessem parte da rotina. Mas no fim de semana sempre acabo fazendo tudo com mais calma e com mais carinho, para que nossa rotina seja muito mais do que seguir regras, seja regada de aconchego em cada detalhe.

Vocês bem sabem que adoro levar Bernardo para cozinha comigo, principalmente agora com Natália e uma divisão não tão justa de tempo entre os dois, esses momentos de cozinha acabam sendo uma dedicação total para o menino. Nem todas as nossas peripécias vem parar no blog, muitas são únicas e exclusivas para nosso arquivo de lembranças pessoais. Mas sempre que encontro ou que façamos algo muito legal, trago aqui para compartilhar com outras famílias que também gostam desse exercício.

Então que recebemos em casa dois kits de receitas prontas para testar. Uma era de cookies de cranberrie com amêndoas e a outra de biscoitos integrais com castanha do pará. São receitas prontas mas prometem não ter nenhum adicional de conservante e afins, são basicamente os ingredientes bem embaladinhos e na medida certa. Basta acrescentar um ovo e 100 gramas de manteiga e não tem como dar errado. Perfeita para quem não tem muita habilidade e gostaria de se aventurar mais pela cozinha. Perfeita para ter guardado para aquela eventual visita que chega, pois fica pronto em 20 minutinhos e tem cara de coisa muito chique. Perfeita para um fim de semana de preguiça, de pijama, mas com um toque especial!

Esse post não é um publieditorial, mas se você quiser conhecer mais da proposta dos kits acesse Chez moi chez toi.

Clube de mães, uma lata amassada e o fim da minha pretensão artística.

Eu cresci em uma cidade com pouco mais de 7 mil habitantes. Dá para imaginar o que é isso? É uma ruela em São Paulo. É 10% do público que enche o Maracanã.

Cresci praticamente um bicho do mato. Então que eu queria fazer um curso de algo tipo pintura, cerâmica, desenho pós moderno, sei lá. E claro que tinha gente que ria da minha pobre cara deslavada.

Decidida a correr atrás dos meus sonhos juvenis e cansada de receber chacota de meus próprios pais, na altura de meus nove anos de idade, procurei o clube de mães. Bati em suas portas que abriam toda terça-feira e explicando que ainda não tinha filhos, pedi encarecidamente uma vaga para aprimorar meu talento artístico. E assim um dia por semana eu pegava meu isopor encapado com uma folha listrada de verde e branco e ia feliz aprender a pintar panos de prato. Assim floresceu em mim essa vertente que vocês bem conhece. 9 anos. Clube de mães. Pano de prato.

Então que estava eu folheando uma revista de decoração super chique. E no meio da leitura me deparei com uma obra que estava em exposição para venda. A obra era uma peça de metal e uma marreta. O valor da obra era R$ 40,000.00 caso fosse amassada pelo autor, mas se caso o próprio cliente quisesse amassar o valor ficaria a bagatela de R$ 20,000.00 .

Essa obra me trouxe tantos pensamentos de tantas formas diferentes que poderia na verdade ser um livro de filosofia. Para começar eu não pagaria esse valor por uma obra (não me julguem, pessoa pintadora de panos de prato, lembram?). E também admiro muito o autor pela capacidade de valorização do próprio trabalho, porque né, eu me sentiria no mínimo insegura tendo essa ideia. E mais, passei a perceber que toda a sensibilidade artística que eu pensava ter era na verdade balela, pois veja bem, eu não conseguia ver beleza na dita cuja obra, muito menos a força da natureza humana, com a expressão do sofrimento da pessoa, envolto na couraça da escravidão da alma acorrentada do ser. Admiro quem consegue.

Em compensação minha gente, eu consigo olhar para um biscoito decorado e enxergar amor e carinho! Consigo pensar em uma pessoa feliz amassando manteiga com farinha. Consigo me sentir abraçada por alguém que teve tamanho cuidado com algo tão simples e delicado. Vai entender!

Poderia eu culpar minha infância no mato, poderia eu culpar minha origem humilde, poderia eu culpar as colegas do clube de mães. Mas não, só estou aqui fazendo tentativas de biscoito decorado enquanto choro lágrimas de emoção e frustração em meu próprio pano de prato.

Oi, eu sou um biscoito decorado que deu mais ou menos certo :)

Receita, passo a passo e blogueira coerente no thecookieshop!

Cupcake de cenoura para páscoa

Domingo foi dia de preparar uma receita deliciosa de bolo de cenoura, uma receita assim, para coelhinho nenhum botar defeito! Na verdade essa receita já foi testada e aprovada dezenas de vezes aqui em casa, mas foi a primeira vez que preparamos em formato de pequeninos cupcakes.

Bernardo tem se saído um bom boleiro, já sabe direitinho os passos do preparo de um bolo e curte muito quando fizemos algo mais ousado. E agora tem dado para afirmar que vamos juntos abrir uma casa de bolos. Se tem uma coisa que veio em abundância em meu filho foi a imaginação! E quem sou eu para suprimir seus sonhos?

E a nossa receita de cupcake de cenoura foi essa:

-2 cenouras grandes

-4 ovos

-1 xícara (180 ml) de azeite

-1 pitada de sal

-2 xícaras de farinha

-2 xícaras de açúcar

-1 colher de chá de fermento

Bata no liquidificador as cenouras, os ovos e o azeite. Até que a cenoura seja completamente triturada. Peneire todos os ingredientes secos. Acrescente a mistura do liquidificador aos ingredientes secos e, com muito carinho, prepare a massa.

Despeje em forminhas de papel para cupcake, como a massa é pesada ela não cresce absurdamente, então dá para encher um pouco mais da metade. Depois é só colocar em formas de cupcake ou de empadinha (as que eu uso). Leve para assar em fogo médio (200º) por aproximadamente 10 minutos (fique observando, pois seu forno pode ser diferente do meu).

A nossa cobertura foi feita de brigadeiro, aquele normal feito de uma lata de leite condensado, duas colheres de chocolate em pó e uma colher grande de manteiga. Leve tudo ao micro-ondas e tire de um em um minuto até dar ponto. Ou então faça na boa e velha panela!

Coisa mais fofa desse mundo, não? Lindos e deliciosos! Bolo de cenoura com brigadeiro não tem erro. Não tem falta de graça nem de sabor. E você deve estar super curioso na decoração, né? Imaginei!

Primeiro vou contar como fiz para confeitar com brigadeiro. É tão simples, tão prático e tão clean que nem eu acreditei! Simplesmente deixei o brigadeiro esfriar e fiz três bolinhas, uma maior que a outra, e por fim achatei e empilhei sobre o bolinho. Ficou com esse aspecto de super confeitado, coisa profissa… hahaha

E esse wrap delicado e mais fofo do mundo? Descobri por acaso e não pude deixar de compartilhar com vocês. Tem uma empresa que faz papelaria personalizada que disponibilizou um kit completo de páscoa para download. É tudo tão carinhoso e tão delicado que realmente é um presente! E não é só a roupinha de cupcake, tem tags (que vou usar em todas as minhas lembrancinhas), caixinha, topper… E prontinho para imprimir!

Se você também quiser fazer o download do seu kit basta acessar o face da 4Party.

Os bolinhos estão valendo como lembrancinha, né? Fora seus atributos decorativos. Chama a criançada e aproveita para curtir um tempo juntos na cozinha. É garantia de algumas risadas e quem sabe até algumas lições, como quantidade e frações por exemplo. Memórias de amor para sempre!

2 anos de Inventare!

Quando comecei a escrever no blog não fazia ideia direito do que esperava, nem pelo meu foco, nem em relação as proporção que as coisas tomariam. Passou um ano inteiro até que o blog finalmente encontrasse seu nicho e eu finalmente me sentisse segura para falar sobre minha real paixão. Desde que passamos a falar sobre família, filhos, perrengues e amores da maternidade encontrei um público fiel e que gosta de ler as coisas que escrevo, da minha linguagem fotográfica e de nossos DIY envolvendo as crianças.

Nesses dois anos descobri uma das coisas mais legais desse mundo virtual, descobri pessoas com gostos em comum, com histórias em comum, com desejos e aspirações muito parecidas. E dessas pessoas, muitas viraram amigas. Amigas essas que nunca cruzariam meu caminho se não fosse por esse canal de comunicação.

Nesses dois anos recebi muitos emails que me emocionaram, emails de gente que de alguma forma se sentiu tocado com algumas histórias, pessoas que reproduziram em casa um passo a passo, uma receita e que vieram me mostrar os resultados, pessoas que iniciaram um negócio próprio através dos tutoriais e vieram agradecer, pessoas que se identificam de verdade com a forma que eu procuro educar meus filhos.

Inventare é minha casa virtual, é a forma  que encontrei para expressar minhas ideias, aspirações e inspirações. Foi uma forma que encontrei, mesmo sem saber ao certo que isso ia acontecer, de alcançar pessoas que querem dividir comigo e com o mundo a sua forma de pensar também!

E percebendo isso pensei em criar, em comemoração aos dois anos do blog, um quintal da minha casa virtual. Um lugar que eu possa estender o que recebo de forma particular para outros leitores também. Um lugar onde meus leitores possam se encontrar e descobrir o quanto temos todos em comum. Criei no Google plus uma comunidade especial para esse encontro. Intitulada de “Faça você mesmo” a educação de seus filhos, será um lugar para mães e pais que dividem esse gosto e que tenham dicas, ideias e muito mais para dividir com outros pais.

Também pode ser um lugar para divulgar os próprios blogs, de uma forma interessante, para um público segmentado. Sem dúvida uma porta de entrada para quem está começando e eventualmente me procura em busca de dicas para seu próprio espaço.

Quero agradecer gente, por tudo que acontece por aqui e nos bastidores. Por todo o carinho que muita gente demonstra. Pelos acessos e pelos compartilhamentos. É muito gratificante ter contato com tanta gente nesse mundo tão grande!

Conheçam a comunidade e participem, tenho certeza que todos poderão juntos fazer um quintal cheio de novidades e ajuda mútua, cheio de ideias, inspirações e carinho!

“Faça você mesmo” a educação de seus filhos!

Forminha de biscoito

Estou eu aqui, as vésperas de completar um ano do nascimento de meu bebê. Vamos comemorar sim, toda essa alegria de receber essa menina em nossa família com todo amor que ela trouxe junto consigo. Mas com uma comemoração íntima e simples.

Mas íntima e simples não quer dizer sem detalhes de carinho preparados por mim e outras pessoas que também a amam. E por esse motivo estou procurando inspirações e detalhes para preparar esse dia especial para nós.

E ontem fiz uns testes, ficou tão bonitinho e tão interessante que trouxe para vocês verem. É um biscoito que fica uma espécie de forminha e pode ser recheado. Crocante e neutro, vai ficar lindo e delicado na mesa dos doces. Ontem recheei com mousse de limão, mas para festinha pretendo rechear com um pouco de brigadeiro e cobrir com uma cereja de cabinho. É o tipo de docinho que além de ser uma delícia ainda é uma decoração.

Para fazer essa massa eu usei:

2 xícaras de farinha

1 xícara de açúcar

3 colheres grandes de margarina

1 gema

É só amassar tudo junto, a massa fica bem “amargarinada” e não gruda na superfície. Não é necessário untar a forma para assar. Assar em fogo baixo até ficar levemente dourado. Eu fiz cortes de estrelinha, pois tinha esse cortador em casa, mas pode ser qualquer cortador que você tenha arredondado. E o pulo do gato é assar a massa em uma forminha de mini cupcake.

Bernardo me ajudou a fazer a massa e cortou todos os biscoitos para mim. Colocar nas forminhas ficou sob minha responsabilidade, pois precisa de um pouco mais de cuidado. E sinceramente para ele a parte divertida já tinha acabado.

E como são biscoitos, dá para fazer uns dias antes da festa e deixar em um pote bem vedado. Depois é só rechear no dia especial. Aprovados!

Biscoito de natal para fazer com as crianças

Casa com cheiro de biscoito recém assado e toda uma vida trabalhada em lembranças olfativas da infância. Pelo segundo ano consecutivo preparamos juntos por aqui essa receita especial de biscoitos. Como vocês bem sabem nossas feitorias natalinas servirão para presentear pessoas especiais que compartilharam esse ano conosco. Uma forma carinhosa, original, barata e de quebra uma oportunidade de falar com as crianças sobre o real valor das coisas.

Todos entram no esquema de preparação. E esse ano resolvemos não fazer gingerbread, mas sim essa rena inspirada em uma imagem que encontrei na internet. Inspirada porque tive que fazer dezenas de acertos para que uma criança de 6 anos pudesse brincar também.

Cortei todos os biscoitos redondinhos, depois fiz um molde vazado dos chifres, olhos e nariz da rena. Os olhos e chifres pintamos com chocolate meio amargo, já para o nariz vermelho usamos um bocadinho de corante alimentício.

Ingredientes:

3 xícaras de farinha
1 e 1/2 colheres(chá) de fermento em pó
3/4 colher(chá) de bicarbonato
1/4 colher(chá) de sal
1 colher(sopa) de gengibre em pó
1 e 3/4 colheres(chá) de canela em pó
1/4 colher(chá) de cravo em pó
6 colheres(sopa) manteiga sem sal amolecida
3/4 xícara de açucar mascavo
1 ovo grande
1/2 xícara de melado de cana
2 colher(chá) de essência de baunilha
1 colher(chá) de raspas limão

Preparo:

Peneire os ingredientes secos e misture-os. Bata o açúcar e a margarina na batedeira até misturar bem. Adicione o ovo, o melado, a baunilha e o limão. Em seguida aos poucos com uma colher adicione os demais ingredientes. Cubra e deixe descansar em temperatura ambiente de 2 a 8 horas.

Pré-aqueça forno a 190°C. Abra a massa com o rolo em uma superfície bem enfarinhada, na espessura de 1/2 cm. Corte nos formatos que desejar, coloque em assadeira untada e leve ao forno pré-aquecido por 7 à 14 minutos ou até dourar.

Logicamente que ficaram disformes, tortinhas e borradas. Essa é a prova que uma mão infantil participou da produção. E para mim isso deixa o trabalho ainda mais valioso.

Algumas pessoas que foram degustadores dos testes não conseguiram enxergar uma rena no desenho. Mas vai gente, esforça um pouquinho vai, por uma mãe que está cheia de orgulho do trabalho natalino!

Por um dia a dia mais cheio de carinho

Sabe aquele dia que um pequeno gesto é capaz de mudar o humor da gente? Que algumas palavras ou até mesmo um sorriso muda as cores dos sentimentos? E que como pequenas ondas você recebe algo bom e passa para frente ainda mais intenso?

Vou propor um desafio: – Atire hoje uma pedra e forme as ondas do seu dia. Pode ser aí no trabalho ou em casa com o maridão. Talvez com aquela amiga que você não vê faz tempo, com os irmãos ou simplesmente com alguém desconhecido.

Tudo que vai volta, para a gente, para nossos filhos… E essa é uma forma de fazer o seu dia, o seu mundo, a sua vida ser muito melhor!

E como ideia para contribuir com o desafio preparei um stencil fofo para um bolo. Fácil de fazer, original e pode ser feito com frases ou desenhos cheios de amor. O meu bolo recheei com morango, creme e suspiro, mas até um bolo simples, sem recheio nenhum, mas com a mensagem certa fará um baita sucesso.

Comprei uma folha de acetato na papelaria, imprimi a mensagem que queria e recortei com um estilete.

Depois é só colocar o acetato vazado sobre o bolo e polvilhar açúcar de confeiteiro. Se for um bolo claro pode polvilhar chocolate em pó.

Amor, carinho e fofurice em forma de bolo:

Via: Papel e tudo

E como dizem por aí tenha faça um bom dia!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...