Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração.

Sábado nós três estávamos voltando do mercado andando. Passamos por um casal de adultos sentados em uma escadinha conversando.

O Paulo questionou o que eles estariam conversando, quais seriam os seus problemas e angústias. E ainda criou um problema para eles. E era bem sério.

Claro que imaginando a dor do casal, os meus problemas que são mínimos, se reduziram a pó. E depois disso a música Epitáfio ficou tocando sem fim na minha cabeça.

O maior problema é que esses pequenos lapsos de consciência duram pouco tempo. E logo eu volto a olhar novamente para meu próprio umbigo e lamber minhas próprias feridas. Assim como todo mundo.

Porque a dor da gente sempre dói mais, a nossa pressa sempre é maior, o nosso sofrimento sempre dura mais, a nossa fome sempre precisa ser saciada primeiro. E com certeza, o nosso filho sempre é mais lindo e inteligente.

Mais não tenho dúvidas que eu devia ter me importado menos com problemas pequenos e ter morrido de amor!

Imagem via iplay.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>