Mamães em rede e o nosso presente!

No início do ano nós participamos de uma blogagem coletiva especial de férias no site Mamães em Rede. Adorei participar dessa atividade. Conheci muitos blogs maternos com histórias e palavras lindas, e conheci mães que agora fazem parte do meu dia a dia. Essa é uma das coisas mais legais do mundo virtual, você poder conhecer pontos de vistas diferentes!

E no fim dessa blogagem o site elegeu uma foto como vencedora do concurso. A foto escolhida foi a nossa, então tivemos a sorte de além de conhecer todas essas pessoas, ainda receber em casa um super prêmio que chegou no fim da semana passada. (Carteiro que trouxe! Só isso já é um prêmio para o Bernardo… hehe Ele adora saber que foi o Carteiro que trouxe algo!)

Quando abrimos a embalagem Bernardo já se encantou com o Jogo. É um dominó de tecido, pintado a mão. Super exclusivo e diferente. Quem produz esses brinquedos artesanais é a Monica brinquedos pedagógicos, empresa parceira do Mamães em Rede.

Meninas, adoramos o presente! Agradecemos do fundo do coração todo o carinho.

Personalizando uma camiseta infantil.

Bernardo mudou de fase, está deixando Angry birds e brincando de Mário brothers. Mas não pensem vocês que seus jogos envolvem vídeo game. Na verdade ele pega peças de montar, potes, latas, entre outros vários brinquedos e monta dezenas de fases pela casa. E passa horas pulando e pegando suas moedas imaginárias.

Entre todas essas brincadeiras, Paulo teve a ideia de personalizar uma camiseta para ele. De forma criativa sempre há jeito de adentrar no mundo de brincadeiras e faz de contas das crianças, participando do seus interesses ao mesmo tempo que deixando que suas habilidades sejam desenvolvidas.

Sempre rola uma bagunça básica nessas empreitadas. E para poder aproveitar um momento desse com os filhos, além de tintas e pincéis, os pais tem que se munir de disposição e paciência. Mas digo sinceramente, vale a pena!

Para iniciar o trabalho você precisará dê:

Dois artistas

Uma camiseta.

Tintas na cor de seu personagem.

Pincéis.

Alfinetes para prender a camiseta.

E um papelão para que a tinta não passe para o outro lado.

Prenda a camiseta com alfinetes no papelão.

Faça o desenho escolhido. (O Paulo tem habilidade de replicar uma imagem somente olhando, mas se você por acaso for como eu, escolha um desenho e passe para a camiseta com papel carbono).

E agora a parte divertida! Libere seu filho para a pintura. Ajude nas partes mais delicadas e precisas. E vá orientando a criança. O que menos importa é a perfeição total da pintura, afinal a participação da criança tem que ser notada, pois se fosse ao contrário a camiseta poderia ter sido comprada.

Aqui a camiseta secando. Reparem nas iniciais dos meninos!

E o resultado final, um pai super orgulhoso do trabalho, e um filho que não queria tirar a camiseta no fim do dia. Tudo isso gastando menos de R$ 15,00!

A camiseta vai se perder logo logo, pois o menino cresce mais do que mato. Mas essas memórias ficarão para sempre em seus registros!

Revista Educar e o artigo da Inventare!

Na edição desse mês da Revista Educar, nós colaboramos com um artigo. Na categoria artesanato, foi publicado os dedoches de feltro que preparamos na época de férias.

A revista está cheia de informações interessantes para pais e educadores. Se você quiser aproveitar as matérias confira a versão on line.

A edição impressa tem distribuição gratuita em Florianópolis, São José e Joinville.

Sempre que temos o trabalho reconhecido de alguma forma, ficamos felizes e orgulhosos. Mas poder pegar em uma revista impressa e ler uma matéria é muito recompensador.

A Inventare está crescendo, junto com meu filho, minha barriga e meus leitores! :)

Só para vocês terem uma ideia, Bernardo ficou tão astro que até começou a distribuir autógrafos por aí…

Obrigada Rorô por ser sempre tão carinhosa com meu filho!

Cupcakes recheados com beijinho.

Na metade de fevereiro preparei um chá de fraldas para Natália no meu trabalho. No nosso setor temos mais de 50 funcionários. E o engraçado é que mesmo me expondo diariamente por aqui, com opiniões, sentimentos e ideias, nunca havia me exposto e falado do meu trabalho para esse pessoal.

Mas como preparei uma centena de cupcakes, esse assunto foi natural, e eles acabaram conhecendo o blog. E isso foi muito legal. Me senti super bem sabendo que as meninas que encontro no café, agora também estão por aqui!

E especialmente para essas meninas, que gostaram muito dos cupcakes que levei no chá, hoje trouxe essa receita. Ela é bem diferente das outras que já postei, e os bolinhos ficam lindos!

Para a massa, eu usei uma receita de nega maluca comum. Mas em outras vezes já usei bolo de pacote também (como no dia do chá por exemplo). Mas como já fiz com vários tipos de massa diferentes, digo segura para você usar a massa de sua preferência.

O importante é não encher muito as forminhas. Eu encho 1/4, e acho que ficam ótimas para trabalhar depois de assadas.

Vejam como ficam, nunca corro o risco de vazarem da forminha.

Como esses cupcakes são recheados, fiz um orifício em cada um para adicionar o recheio.

Como no dia da festa eu tinha um grande trabalho para preparar, rechear e decorar os 100 bolinhos, tive a ideia de preparar brigadeiros, pois assim, na hora de rechear seria muito mais prático.

Para fazer esses brigadeiros usei uma lata de leite condensado e duas colheres de margarina. Coloquei na panela para cozinhar, até que o leite condensado desgrudasse da panela. Depois fiz as bolinhas.

Aqui a massa, recheada com os brigadeiros.

Agora vamos para a cobertura.

Eu usei:

1 pacote de nata (deixei meia hora no congelador)

3 colheres de açúcar

1 barra de chocolate meio amargo

Iniciei batendo a nata com o açúcar, até ficar em ponto de chantilly. A nata gelada facilita o ponto, ainda mais aqui na nossa cidade, onde os bolinhos quase se assam sem necessidade de fogão…

Enquanto isso derreti o chocolate no microondas e deixei em uma bacia em banho maria frio. Para que o chocolate fique derretido, mas em temperatura ambiente.

Depois de me certificar que ele esteja em temperatura ambiente, despejo no chantilly pronto.

Mexo um pouco com a colher, e depois bato mais alguns segundos na batedeira, até que fique homogêneo.

Preenchi um saco de confeitar (eu comprei o saco da avon, e o bico em uma loja de doces). E comecei a decorar os docinhos. Essa cobertura fica ideal para deixá-los com cara de comprados! Além do sabor dessa cobertura, que é puro chocolate!

Depois decorei com esses pequenos corações de açúcar. Que deixam os cupcakes ainda mais graciosos. Sempre achei que esses pequenos detalhes de carinho fazem toda diferença no produto final!

E por fim quero deixar um obrigada especial a todos os meus colegas de trabalho, que transformaram um punhado de açúcar em uma montanha de fraldas para meu bebê. E isso sim é carinho, em sua mais doce forma!

Confiram o texto inédito publicado na página da Pais & Filhos!

Hoje escrevi um texto falando como a culpa materna ajudou a me posicionar como mãe, e o quanto isso foi importante para me sentir segura na educação do Bernardo!

Leiam a matéria:

http://revistapaisefilhos.uol.com.br/sendo-pais/culpa,nao/confie-em-voce-sem-culpa

Coisa mais chic, né?

 

Casquinha de ovo recheada de chocolate.

Depois do meu pequeno artista ter feito seu trabalho, que você pode conferir aqui, chegou a hora de fazer o meu.

Como vocês já sabem, o Bernardo e sua simpatia conquistaram muitos vizinhos no prédio, assim com alguns lojistas na rua, além do pipoqueiro, o sorveteiro, os vendedores de biju do calçadão, e a lista continua… Também sempre preparo uma lembrança especial para as pessoas que me ajudam a tomar conta dele e de seu bem estar, como todo o pessoal da escola.

E assim sempre pensamos em algo legal, que possamos preparar juntos. Eu gosto desse envolvimento pessoal nos presentes. Seria muito mais fácil comprar algo no mercado, mas gosto de colocar carinho nos detalhes. E gosto que o Bernardo aprenda que gentileza gera gentileza!

Depois que o Bernardo pintou as casquinhas, pensei em preenche-las com algo diferente. Não queria os tradicionais amendoins. Então resolvi que esse ano, as casquinhas seriam preenchidas de chocolate. O resultado ficou ótimo!

Para fazer esse trabalho eu usei:

-Chocolate nobre, derretido e temperado. Preenchi toda a casquinha, formando assim um ovo maciço de chocolate.

Deixei uns minutos na geladeira, para endurecerem novamente. Depois passei cola ao redor do orifício e colei um pedaço de tecido para proteger o chocolate.

Para embalar usei papel celofane e um laço caprichado. Como as casquinhas ficaram todas coloridas e vibrantes, foi difícil escolher uma fita que combinasse, mas essa xadrez multi color se adequou bem.

E prontinho! As casquinhas de ovos com chocolate ficaram um charme só! Com certeza farão sucesso.

E para comer, é só quebrar a casquinha e descascar a surpresa!

O que vocês acharam do resultado?

Pequenas tradições da páscoa.

Quando eu era criança, amava pintar casquinhas de ovos para a páscoa. Adora ver a minha mãe guardando as casquinhas com aquela pequena abertura. Curtia muito a preparação do ninho, sempre gostei desses rituais.

E hoje gostaria que meus filhos conhecessem essas tradições. Esses pequenos e charmosos toques caseiros, que deixam toda essa magia da páscoa muito mais simples e original.

Pelo primeiro ano guardei as casquinhas pensando no Bernardo. Depois que juntamos uma bandeja inteira, começamos a pintura dos ovinhos.

Claro que esse momento foi pura diversão. Juntou tinta, pincél, bagunça e Bernardo… A criatividade rola solta!

Tenho planos mirabolantes para essas casquinhas. Que digo sinceramente, ficaram muito fofas! As cores vibrantes e a mistura intensa, demonstram muito bem um mundo infantil e alegre! Sem dúvida o fato de terem sido pintadas por uma criança de 5 anos, deixaram elas muito mais graciosas!

Fora o fato, daquele detalhe que eu vivo falando, que esses pequenos momentos para mim, fazem muito mais diferença na educação intelectual (e emocional) de uma criança, do que aulas caríssimas de arte, por exemplo.

Agora confira o que eu fiz com as casquinhas!

Stencil para bolo – DIY

Você conhece a Tanlup? É simplesmente a rede social mais divertida para comprar e vender coisas legais e exclusivas! Adoro passear nas lojas, acho muito legal essa união de pessoas, objetivos e gostos! Eles também tem um blog bem bacana, cheio de projetos crafts e originais.

E hoje no blog da Tanlup, você encontrará um tutorial inédito que a Inventare preparou. Trata-se de uma ideia para deixar aquele bolo especial ainda mais charmoso! Criei um stencil para bolo, que poderá deixar seu recado ou mensagem de uma forma delicada, divertida ou romântica. Vale a pena conhecer o tutorial!

Passa lá! ;)

35 semanas – estou lavando as roupinhas.

É assim, do dia para a noite as coisas se tornam mais reais, mais palpáveis. Tenho quase tudo que precisarei para o nascimento da Natália. Mas estava em sacolas, nas caixinhas, no tempo futuro… Hoje enfim tirei as roupas dos pacotes, as etiquetas, as coisinhas das caixinhas e comecei a organizar, para esperar de verdade a chegada da menina.

35 semanas. E uma casa com cheiro de bebê. Uma inundação de mantas rosas, roupas rosas e fraldas no varal. É estranho isso, pois sabemos que em breve mais uma pessoa irá morar na nossa casa, mas ver as coisas dessa pessoa tomando conta do espaço comum é muito diferente.

Fico de cara como o tempo passa rápido. Foi esses dias que eu estava lavando as roupas do Bernardo. Foi esses dias que eu peguei ele no colo pela primeira vez. Foi ontem que eu preparei a mala para ir ao hospital ganhar meu bebê.

Lembro de como foi emocionante o dia que cheguei do hospital com o Bernardo e coloquei ele no berço. Eu tinha feito tudo com tanto carinho, tanto capricho, tanto cuidado e passava longos minutos olhando para as coisinhas, só imaginando o dia em que o bebê ocuparia o seu lugar. Quando deitei ele no berço foi como se tudo finalmente fosse real. Não conseguia sair de perto, de olhar, de sentir medo, de sentir coragem, de sentir vontade de chorar, e de ficar com um sorrisinho no rosto como se algo muito mágico tivesse acontecido na nossa casa, na nossa vida…

Hoje me dei conta que falta pouco tempo para tudo acontecer novamente. Em poucos dias alguém deitará no berço que estou preparando. Alguém usará as roupinhas que estou lavando. Alguém vai me fazer sentir medo, coragem, vontade de chorar e de rir…

O berço está pronto, as roupas estão lavadas, as gavetas organizadas, o tempo chegando, as pessoas falando, a barriga estourando, o mundo girando, o Bernardo chamando, enfim, praticamente tudo preparado. Tudo que se possa preparar.

Pois a roupa roupa a gente lava, passa, engoma, esteriliza. Mas a gente mesma… Não tem o que prepare uma mãe para o nascimento de um bebê. Essa semana farei as malas. (Frio na barriga!)

Faixa de elástico com flor de tecido – DIY

Estou nessa empolgação de preparar os detalhes para o nascimento da Natália. Fiz várias faixas com meia de seda, por serem muito confortáveis, mas queria fazer uma com elástico. Acho muito charmosa essas faixas mais finas e com uma flor.

Também escolhi uma cor mais intensa, pois quase tudo que já preparei era bem pastel. Adorei o resultado. Acho o azul marinho lindo para meninas.

A flor é de tecido de algodão. Fácil de encontrar e com centenas de estampas diferentes. O elástico é de calcinha, encontrado em lojas de armarinho.

Comecei fazendo um molde de flor com cinco pétalas. O tamanho do molde decidirá o tamanho da flor. O molde que eu preparei tem 5 cm de diâmetro.

Recortei 10 peças de tecido, para a flor ficar com um bom volume.

Usei o fio verde, para poder dar um contraste e ver direitinho por onde ele passou.

Comece juntando as 10 peças, sempre intercalando as pétalas. (Figura 1)

Passe a linha para prender as 10 juntas. (Figura 2)

Em seguida comece a costurar as pétalas. Mas costure só um lado de cada. (Figura 3 e 4)

Depois de preso esse lado, passe para a pétala de cima, mas costure do lado contrário, sempre mudando o lado a ser costurado. (Figura 5)

Observe as figuras que ficará fácil visualizar.

Isso vai dando volume a flor. (Figura 6)

Se observar direitinho a flor virada, dará para ver como fica cada peça, somente um ladinho costurado. (Figura 9)

Depois de pronta, é só colar um strass, ou pérola. Isso serve para dar um acabamento perfeito, escondendo os pontinhos.

Eu fiz um elástico com tamanho de 30 cm. Ficou em um tamanho adequando para uma recém nascida. Se você for preparar para uma criança com a cabeça maior, terá que aumentar o tamanho do elástico.

Primeiro eu costurei o elástico, e em seguida colei um pedaço em cima da costura. Sempre tomando cuidado para o acabamento ficar caprichado.

Cole a flor com cola quente.

E prontinho. A faixa com elástico está prontinha. Um headband perfeita para diversas idades e gostos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...